Olá vizinha! Há 4 anos descobri que minha filha é intolerante a lactose.

Antes do diagnóstico médico passamos 2 anos de muito sofrimento até saber o que ela tinha. Vou tentar resumir os sintomas dela, para quem sabe te ajudar.

Tudo começou com a garganta, ela tinha infecções todos os meses. E todos os meses precisava entrar com antibióticos, eu já me culpava, claro – mania que essa tal culpa materna tem de aparecer!

Depois de um tempo tendo “apenas” as infecções na garganta ela começou a reclamar de cólicas, eram tão fortes que ela nem conseguia se mexer e só ficava deitada.

Óbvio que passamos por vários profissionais nessa época, cada um dizia algo diferente. Chegamos a fazer diversos tratamentos, alguns muito caros para nossas condições, até que chegou o ponto do médico levar em consideração a cirurgia para retirada das amígdalas pois já não havia mais o que ser feito.

Mas algo dentro de mim não achava que aquilo resolveria, sabe o sexto de sentindo de mãe?

Então comecei a pesquisar, pesquisar e pesquisar e cheguei a um artigo que falava da relação garganta x intolerância a lactose. Clique aqui para ler.

Nem esperei falar com o pediatra e naquele mesmo dia troquei o leite dela por uma opção zero lactose. Na semana seguinte passamos com o pediatra e levantei esse questionamento, ele disse que nada tinha relação porém por minha insistência  solicitou o exame.

Exame feito e o diagnóstico dessa mãe era certeiro – ninguém conhece nossos filhos como nós.

Após o resultado, além do leite cortei seus derivados. Não foi dificil essa mudança na época, porém conforme ela cresce tem sido difícil para ela. Principalmente com as festinhas dos amigos de escola, para ela não participar é triste e não comer o que os amigos comem também. Já cogitei ela levar salgadinhos que preparo em casa, mas ela morre de vergonha e no fundo eu entendo, eu também sentiria.

Para que ela se sinta um pouco melhor (sim, porque ela chora com essa situação), combinamos de nas festas ela poder comer. Porém naquela semana preciso dar remédio para ela por conta das dores fortes.

Talvez você pense que não estou sendo imprudente agindo assim, mas é uma consequência ruim diante da alegria dela ser “normal” com seus amigos. Já tirei ela chorando escondido de dentro do banheiro porque a amiga estava tomando sorvete e ela não podia. Então antes de julgar minha atitude se coloque no meu lugar.

Intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase, que quebra e decompõe a lactose, ou seja, o açúcar do leite.

Para tentar ajudar outras mães sempre que puder irei compartilhar receitas que preparo sem lactose aqui em casa, e hoje vou passar a do bolo de cacau.

Dica: uso o cacau em pó da marca Dona Jura, pois ele também é zero lactose.

Sempre faço essa receita em forminhas de cupcake, assim ela consegue levar de lanchinho na escola.

Bisnaguito da Pullman, zem lactose e ovos

Se você quiser pode fazer uma cobertura usando leite condensado zero, creme de leite zero e cacau, mas aqui em casa raramente faço isso.

Espero que esse post possa te ajudar!



  • Top