Olá vizinha! Há 4 anos descobri que minha filha é intolerante a lactose.

Antes do diagnóstico médico passamos 2 anos de muito sofrimento até saber o que ela tinha. Vou tentar resumir os sintomas dela, para quem sabe te ajudar.

Tudo começou com a garganta, ela tinha infecções todos os meses. E todos os meses precisava entrar com antibióticos, eu já me culpava, claro – mania que essa tal culpa materna tem de aparecer!

Depois de um tempo tendo “apenas” as infecções na garganta ela começou a reclamar de cólicas, eram tão fortes que ela nem conseguia se mexer e só ficava deitada.

Óbvio que passamos por vários profissionais nessa época, cada um dizia algo diferente. Chegamos a fazer diversos tratamentos, alguns muito caros para nossas condições, até que chegou o ponto do médico levar em consideração a cirurgia para retirada das amígdalas pois já não havia mais o que ser feito.

Mas algo dentro de mim não achava que aquilo resolveria, sabe o sexto de sentindo de mãe?

Então comecei a pesquisar, pesquisar e pesquisar e cheguei a um artigo que falava da relação garganta x intolerância a lactose. Clique aqui para ler.

Nem esperei falar com o pediatra e naquele mesmo dia troquei o leite dela por uma opção zero lactose. Na semana seguinte passamos com o pediatra e levantei esse questionamento, ele disse que nada tinha relação porém por minha insistência  solicitou o exame.

Exame feito e o diagnóstico dessa mãe era certeiro – ninguém conhece nossos filhos como nós.

Após o resultado, além do leite cortei seus derivados. Não foi dificil essa mudança na época, porém conforme ela cresce tem sido difícil para ela. Principalmente com as festinhas dos amigos de escola, para ela não participar é triste e não comer o que os amigos comem também. Já cogitei ela levar salgadinhos que preparo em casa, mas ela morre de vergonha e no fundo eu entendo, eu também sentiria.

Para que ela se sinta um pouco melhor (sim, porque ela chora com essa situação), combinamos de nas festas ela poder comer. Porém naquela semana preciso dar remédio para ela por conta das dores fortes.

Talvez você pense que não estou sendo imprudente agindo assim, mas é uma consequência ruim diante da alegria dela ser “normal” com seus amigos. Já tirei ela chorando escondido de dentro do banheiro porque a amiga estava tomando sorvete e ela não podia. Então antes de julgar minha atitude se coloque no meu lugar.

Intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase, que quebra e decompõe a lactose, ou seja, o açúcar do leite.

Para tentar ajudar outras mães sempre que puder irei compartilhar receitas que preparo sem lactose aqui em casa, e hoje vou passar a do bolo de cacau.

Dica: uso o cacau em pó da marca Dona Jura, pois ele também é zero lactose.

Sempre faço essa receita em forminhas de cupcake, assim ela consegue levar de lanchinho na escola.

Bisnaguito da Pullman, zem lactose e ovos

Se você quiser pode fazer uma cobertura usando leite condensado zero, creme de leite zero e cacau, mas aqui em casa raramente faço isso.

Espero que esse post possa te ajudar!

Por casadaprica
Publicado dia 13/05/2019

Olá vizinha! Quando criei esse blog em 2017, minha intenção era compartilhar um pouco daquilo que faz parte da minha vida.

Como mulher, meu foco nunca esteve somente em uma coisa – ou seria como geminiana?!

A verdade é que nos últimos meses, talvez por conta do curso profissionalizante de maquiadora que tenho feito,  o blog esteve focado somente nesse tema.

E por conta da chegada dos 30, tenho estado um pouco mais introspectiva, e em um desses dias percebi que o rumo que o blog “havia tomado” não era aquilo que eu imaginava.

Feliz em ser fiel ao meu propósito e poder mudar com leveza

Juntando essa reviravolta que meus pensamentos tem vivido resolvi voltar a minha verdade também, pensei muito se deveria explicar que os assuntos iriam se ampliar aqui no blog e cheguei a conclusão que sim, eu devia uma explicação. Talvez se você está chegando agora não esteja entendendo, mas creio que minhas seguidoras sabem o que quero dizer.

Então a partir de hoje, nossos posts diários retornaram! Os assuntos variados também, afinal sou mulher, mãe, esposa, dona de casa, empreendedora e etc…

Acredito que assim nossa identificação será ainda maior, já que não é todo dia que estou disposta a me maquiar ou falar sobre as novidades do mercado da moda. Afinal sou mãe e na maioria dos dias estou parecendo mais o zumbi de TWD, tem dias que queria compartilhar uma dica de produto de limpeza que salvou o box do meu banheiro e outros dias que quero simplesmente vir aqui e compartilhar meus pensamentos (assim como faço hoje).

Dito isso, quero deixar registrado que não estou mudando o rumo do blog, estou voltando para meu lar.

Entre, sinta-se a vontade e seja muito bem vinda a extensão da minha casa – novamente!

Por casadaprica
Sobre Beleza
Publicado dia 22/02/2019

Olá vizinha! Quem me acompanha no instagram viu minha saga na consulta com a dermato e pra quem não viu mais ficou curiosa tá nos destaques: papo de vizinha.

Um dos produtos recomendado foi o protetor solar, confesso que mesmo sabendo da importância dele cheguei a pensar em não comprar, porque já gastei muito tentando achar um que desse certo pra minha pele, afinal para acertar o protetor é preciso testar e esses produtinhos não tem um valor tão acessivel.

Mas ainda bem que mudei de ideia e acabei comprando o Anthelios Airlicium FPS 70.

O que a marca promete:

  • controle reforçado da oleosidade
  • sensação de pele limpa por 12h
  • nova textura: sem resíduos brancos
  • nova fórmula: não pesa e não derrete
  • alta proteção

A nova fórmula tem micropartículas matificadoras, que na teoria sempre que sua pele produz oleosidade ou fica úmida elas oferecem um controle do brilho.

Não contém parabenos, é oil-free, hipoalergênico, indicado para peles oleosas com tendência a acne. Além de ter água termal da La Roche-Posay que já sabemos o quanto é maravilhosa!

As minhas considerações:

Para começar ela já me ganhou com a fragância que não lembra em nada aquele cheiro característico de protetor solar.

Como o fator de proteção é alto a textura é espessa e talvez assuste no primeiro momento, já que quem tem a pele oleosa está acostumada a produtos mais leves ou em gel.

Mais não deixe isso te enganar porque apesar dessa consistência mais grossa ele não pesa em nada.

Vi algumas pessoas relatarem que ficaram com a aparência esbranquiçada na pele, mais comigo não aconteceu isso.

Lógico que logo que aplico meu rosto fica branquinho, mais assim que a pele absorve (o que não leva mais que 2 minutos), ela fica sequinha.

Já que você aplica a sensação de pele limpa é grande, parece que ela fica refrescante. E essa sensação não some de imediato, o que nesse calor ajuda muito.

Eu tenho aplicado 2x no dia, (manhã e tarde), mais já aconteceu de precisar passar o dia fora e mesmo assim não ficar escorrendo.

Vale lembrar que o protetor solar deve ser aplicado após o uso do hidratante, vitamina C ou qualquer outro que você utilize, e a maquiagem só deve ser aplicada após a pele ter absorvido completamente esses produtos, caso contrário pode acontecer de esfarelar.

A embalagem é plástica, tampa flip-top com 50g e a média de valor é de R$ 68,90 – R$ 84,90.

Como tenho usado vários produtinhos para a pele tenho preferido não usar maquiagem no dia a dia, porém estou curiosa para saber como os Pigmentos Anthelios Color Dose para o protetor solar iriam reagir.

Será que alteram essa sensação de pele fresca? Será que faz com que o protetor dure menos? A pele vai continuar sequinha? E a cobertura é leve?

Assim que comprar o pigmento volto com uma resenha mais completa ♥

Por casadaprica
Páginas123... 10»



  • Top