Olá vizinha! Se tem algo nessa vida que amo são séries, se deixar passo o dia assistindo e ainda viro a noite… Sim, é muito amor!

Óbvio que nunca consigo acompanhar apenas uma e sigo tentando equilibrar minhas zilhões de séries. Rsrsrs

Minha intenção hoje é compartilhar séries que chegaram sem muito alarde no Netflix mas que ganharam meu coração, e não se preocupem não vai rolar spoiler, espero que gostem.

Outlander: a história que se passa em 1945 e 1743 começa mostrando Claire na tentativa de retomar a vida após servir como enfermeira na Segunda Guerra Mundial, para isso ela e o marido decidem fazer uma viagem à Escócia, porém em um dos passeios a protagonista viaja no tempo. Voltando 200 anos, ela se vê a volta de novos costumes, problemas e um novo amor.

Pra mim essa série se tornou minha favorita entre todas que acompanho, comecei ela sem muita pretensão e a cada episódio fui me envolvendo e quando vi estava fascinada por ela. Se você gosta de romances, dramas e séries/filmes de época assista!

Greenleaf: tudo começa com o retorno de Grace para casa da sua família após 20 anos para o enterro de uma de suas irmãs. A história gira em torno de uma das maiores igrejas da cidade de Memphis, onde os pais da protagonista são bispos e exercem grande influência com seus membros. Religião, sexualidade, adultério e até a morte de jovens negros por policiais estão entre os assuntos. A série conta com Oprah no elenco e como produtora-executiva.

Não me lembro ao certo como cheguei nessa história, mas são tantos fatos acontecendo nos bastidores da igreja Calvário que acabei ficando extasiada a cada descoberta. Essa é uma daquelas séries que faz você questionar muitas coisas que vemos acontecendo no mundo real, sabe?!

Louva-a-Deus: a série leva o nome de uma serial-killer que está presa há muitos anos, o perfil das suas vítimas eram homens/pais violentos, abusivos ou que abandonavam sua família. Após 25 anos um imitador surge e nesse momento a polícia precisa da ajuda da serial-killer, porém o filho dela que cresceu sem a mãe é o policial que faz parte da investigação.

Comecei essa em um momento que a série que eu estava assistindo tinha entrado em uns episódios tão chatos que precisei dar um tempo nela (mais alguém faz isso?), como essa era bem rápida, tem apenas 6 episódios, achei que seria um bom passatempo. Mas fui surpreendida novamente, tudo é muito bem contado, eu só não sei como reagir ainda ao fato de no último episódio já ter o mistério revelado, fico feliz por ter tido um final e realmente entender o porquê de tudo aquilo e também fico triste pois se finalizou assim o quê esperar de uma 2ª temporada, isso se tiver.

Como disse antes a intenção era trazer a tona séries que não vejo tantos comentários porém que não deixa nada a desejar. Agora me conta, você já conhecia essas séries?!

Por casadaprica
Sobre Beleza
Publicado dia 15/07/2019

Olá vizinha! Eu já devo ter comentando que minha pele é oleosa, mas sempre que o inverno chega preciso mudar os cuidados pois principalmente a pele do meu rosto fica muito ressecada.

O inverno diminui a umidade do ar, as temperaturas mais frias diminuem a transpiração corporal além de banhos mais quentes que removem a oleosidade natural da pele. Tudo isso causa um impacto negativo em nossa pele e por isso precisamos ter alguns cuidados essenciais nessa época do ano:

  • Alimentação

Vitamina E, selênio e antioxidantes: castanha-do-pará, amêndoas e nozes;

Frutas ricas em vitamina C: morango, laranja, mexerica, limão e cereja;

Fibras: arroz integral, aveia, linhaça e quinoa;

Vitamina E: folhas verde-escuras como rúcula, couve, agrião e espinafre;

Líquidos: água, chá e sucos. No inverno é comum que algumas pessoas diminuam a ingestão de líquidos, um grande erro.

  • Protetor Solar

No inverno as pessoas costumam se esquecer do protetor solar, porém os raios solares fazem mal durante todo o ano, a luz solar consegue penetrar janelas e sem contar as luzes de celular, computador e televisão.

Por isso utilize o protetor solar mesmo em dias nublados, frios ou ambientes fechados.

  • Hidratação

O rosto e lábios são os que mesmo com o inverno intenso continuam expostos, meu conselho é utilizar hidrantes próprios para essas áreas. Eu tenho usado para o rosto Nívea Creme – tem até um post sobre ele aqui e nos lábios o Bepatol Derma Labial.

Porém nosso corpo também precisa de hidratação, aqui eu uso o hidratante logo após o banho ainda dentro do banheiro, com aquele vaporzinho pois ele ajuda o hidratante a penetrar na pele, tenho usado o CeraVe ou Neutrogena.

As baixas temperaturas, o vento forte e o clima seco devido a baixa umidade do ar causam ressecamento e rachaduras na pele e nos lábios, podendo deixar um aspecto craquelado, esbranquiçado e sem brilho natural.

  • Tratamentos Estéticos

O inverno também é a época do ano mais esperado para tratamentos estéticos, principalmente aqueles que exigem proteção total à pele.

A esteticista Jane Lima explicou sobre alguns deles;

Peeling de Cristal: conhecido também como microdermoabrasão, e um tratamento completamente indolor. Esse peeling é indicado para remoção de células mortas, auxilia no clareamento de manchas (melasma), melhora a aparência de rugas e linhas de expressão, reduz poros dilatados, auxilia na melhora da oleosidade da pele.

Peeling Químico: tratamento estético que é feito com aplicação de ácidos sobre a pele para retirar camadas danificadas e promover o crescimento de uma camada de pele lisa, é indicado para melasma (manchas) e linhas de expressão (rejuvenescimento).

A esteticista ressalta que antes de qualquer procedimento o correto é preparar a pele com uma limpeza profunda. E vai além:

Muita gente acha que a limpeza da pele serve apenas para nos livrar dos indesejáveis cravos. Mas, na verdade é muito mais que isso!

A sua pele principalmente do rosto, está sempre exposta a diversos fatores que influenciam a sua saúde, como extresse, alimentação, variação hormonal, entre outros.

A limpeza de pele feita regularmente ajuda na diminuição do excesso de oleosidade pois remove as células mortas, restaura e equilíbra o PH da pele, melhora o tônus deixando mais firme e com mais elasticidade, previne o envelhecimento além de proporcionar uma aparência limpa, hidratada e saudável.

Se você é de Piracicaba e região vou deixar o instagram da Jane Lima aqui, vale destacar que além de ser formada em estética facial e corporal, ela também faz o método Imediatt (gestantes), e é especializada no método Renata França.

Por casadaprica

Olá vizinha! Há 4 anos descobri que minha filha é intolerante a lactose.

Antes do diagnóstico médico passamos 2 anos de muito sofrimento até saber o que ela tinha. Vou tentar resumir os sintomas dela, para quem sabe te ajudar.

Tudo começou com a garganta, ela tinha infecções todos os meses. E todos os meses precisava entrar com antibióticos, eu já me culpava, claro – mania que essa tal culpa materna tem de aparecer!

Depois de um tempo tendo “apenas” as infecções na garganta ela começou a reclamar de cólicas, eram tão fortes que ela nem conseguia se mexer e só ficava deitada.

Óbvio que passamos por vários profissionais nessa época, cada um dizia algo diferente. Chegamos a fazer diversos tratamentos, alguns muito caros para nossas condições, até que chegou o ponto do médico levar em consideração a cirurgia para retirada das amígdalas pois já não havia mais o que ser feito.

Mas algo dentro de mim não achava que aquilo resolveria, sabe o sexto de sentindo de mãe?

Então comecei a pesquisar, pesquisar e pesquisar e cheguei a um artigo que falava da relação garganta x intolerância a lactose. Clique aqui para ler.

Nem esperei falar com o pediatra e naquele mesmo dia troquei o leite dela por uma opção zero lactose. Na semana seguinte passamos com o pediatra e levantei esse questionamento, ele disse que nada tinha relação porém por minha insistência  solicitou o exame.

Exame feito e o diagnóstico dessa mãe era certeiro – ninguém conhece nossos filhos como nós.

Após o resultado, além do leite cortei seus derivados. Não foi dificil essa mudança na época, porém conforme ela cresce tem sido difícil para ela. Principalmente com as festinhas dos amigos de escola, para ela não participar é triste e não comer o que os amigos comem também. Já cogitei ela levar salgadinhos que preparo em casa, mas ela morre de vergonha e no fundo eu entendo, eu também sentiria.

Para que ela se sinta um pouco melhor (sim, porque ela chora com essa situação), combinamos de nas festas ela poder comer. Porém naquela semana preciso dar remédio para ela por conta das dores fortes.

Talvez você pense que não estou sendo imprudente agindo assim, mas é uma consequência ruim diante da alegria dela ser “normal” com seus amigos. Já tirei ela chorando escondido de dentro do banheiro porque a amiga estava tomando sorvete e ela não podia. Então antes de julgar minha atitude se coloque no meu lugar.

Intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados. Ela ocorre quando o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, uma enzima digestiva chamada lactase, que quebra e decompõe a lactose, ou seja, o açúcar do leite.

Para tentar ajudar outras mães sempre que puder irei compartilhar receitas que preparo sem lactose aqui em casa, e hoje vou passar a do bolo de cacau.

Dica: uso o cacau em pó da marca Dona Jura, pois ele também é zero lactose.

Sempre faço essa receita em forminhas de cupcake, assim ela consegue levar de lanchinho na escola.

Bisnaguito da Pullman, zem lactose e ovos

Se você quiser pode fazer uma cobertura usando leite condensado zero, creme de leite zero e cacau, mas aqui em casa raramente faço isso.

Espero que esse post possa te ajudar!

Por casadaprica
Páginas123... 11»



  • Top