Olá vizinha! Hoje eu vim contar um pouquinho de como foi dificil engravidar… Mas antes de contar minha história, vou explicar sobre a SOP.

Para quem não sabe SOP é a síndrome do ovário policístico, estima-se que 20% a 30% das mulheres tenham cistos nos ovários porém em apenas 10% dos casos estão associados a outros sintomas.

O conjunto de alteração do ciclo menstrual, aparecimento de pelos no corpo, acne e obesidade caracteriza a síndrome do ovário policístico. O diagnostico é feito através de ultrassom e o tratamento com anticoncepcional.

Você deve estar se perguntando onde me encaixo nisso tudo, bom para minha alegria tenho todos os sintomas, além é claro de dores extremamente fortes quando menstruo. Que no meu caso acontecem em média 2x ao ano.

Não, você não leu errado! Eu menstruo a cada 6 meses e quando isso acontece meu ciclo é tão intenso que os remédios não fazem nem cócegas.

Isso sem falar dos outros sintomas… Minha pele não consegue se decidir entre ser oleosa ou seca, isso sem contar o período que as espinhas resolvem dar boas vindas e meu excesso de peso, aiiii que complicação!

Eu descobri a SOP com 16 anos, já passei por inúmeros tratamentos, chegando até mesmo a cirurgia.

Quando eu tinha 21 anos em um dos ultras de rotina descobri que meus cistos tinham se tornado hemorrágicos, ou seja, eles estavam cheios de sangue a ponto de transbordar e cair no ovário e meu médico recomendou a laparoscopia.

Acabei passando por essa micro cirurgia em abril/2010 e, em agosto/2010 eu engravidei… Sim esqueci de comentar, eu me casei com 16 anos e descobri a SOP porque não conseguia engravidar, durante os 5 anos de tratamento passei por diversos especialistas e todos me diziam que eu só engravidaria com tratamentos e isso me deixava ainda mais triste com toda aquela situação.

Em outubro eu já não conseguia frequentar a academia, passava o dia deitada com azia e cansada… Em um domingo a noite já não estava bem, um mal estar horrível, pequenas fisgadas no ventre. Meu marido achou melhor irmos na emergência pois já fazia dias que eu estava assim.

Chegando lá, a atendente achou melhor eu passar pela emergência da maternidade, já que eu estava com a menstruação atrasada.  Porém como meu ciclo é bastante irregular, o atraso menstrual desde agosto não me deixou apreensiva, afinal aquilo para mim era normal.

E lá fui eu para a maternidade, o médico que me atendeu resolveu fazer um exame de toque e ele disse com todas as letras: Você não está grávida, mas como tem todo um histórico de ovário policísticos vou solicitar um ultrassom de urgência.

Na segunda fui trabalhar e meu marido ficou de agendar o ultra, com o pedido do médico conseguimos agendar para a mesma semana.

Me lembro como se fosse hoje a conversa com o médico:

– Existe chances de você estar grávida?

– Não doutor, eu faço tratamento para SOP e acabei de passar por uma laparoscopia. Esse atraso é normal!

– Então é um exame de rotina?

– É sim.

Mas os planos de Deus são maiores e melhores que os nossos ♥

Mal o médico encostou o aparelho na minha barriga e soltou: Você está grávida!

Eu não acreditava fiquei sem ação, não dizia nada só ouvia o que ele falava: Olha você já está com 7 semanas e 5 dias e já podemos ouvir o coraçãozinho!

Naquela sala sozinha, com a boca seca e as mãos inquietas ouvi pela primeira vez o som mais lindo da minha vida!

Por casadaprica


  • Top